Bitcoin avança, mas Ethereum desponta na recuperação do mercado cripto; confira

Enquanto algumas moedas avançam timidamente na casa de 1%, outras já sobem com mais força, beirando os 5%

A semana começou bem para as criptomoedas. O mercado que nunca para está se recuperando dos tombos das últimas semanas e as principais moedas sobem na manhã desta segunda-feira (07)

Depois da China fechar o cerco para a mineração de bitcoin (BTC), a principal criptomoeda do mercado entrou em trajetória de queda. A pá de cal foi o tweet de Elon Musk com um coração partido, indicando que sua história de amor com o BTC havia acabado.

Mas durante o final de semana, algumas notícias entraram no radar das criptomoedas e devem animar o mercado. Confira:

Bitcoin (BTC)

Durante o final de semana, a reunião do G7, os sete países mais desenvolvidos do mundo, deu uma atenção especial para as criptoativos. O grupo deve entrar em um acordo para a regulamentação de stablecoins, criptomoedas e outros ativos.

Pode parecer contraditório, mas os especialistas afirmam que a regulamentação de criptoativos pode atrair mais investidores para esse mercado. Além disso, a discussão sobre regras para esses ativos está ocorrendo juntamente com pessoas de dentro do mercado e exchanges, o que indica que devem ser adequadas à realidade desse tipo de investimento.

Outra notícia que movimentou o mercado foi o anúncio de que El Salvador quer passar a adotar o bitcoin como moeda oficial. O presidente do país da América Central, Nayib Bukele, deve submeter sua proposta às casas legislativas antes da medida entrar em vigor.

Muitos países estão buscando criar suas próprias criptomoedas por meio de seus Bancos Centrais, como é o caso de China, Estados Unidos e até mesmo o Brasil. Entretanto, utilizar o próprio bitcoin como moeda nacional seria um passo além.

Com isso, por volta das 9h30, o bitcoin (BTC) avançava 1,35%, aos US$ 36.443,05. A principal criptomoeda do mercado vem perdendo sua dominância, de acordo com o portal Coin360. Esse cenário permite que outras moedas despontem, como é o caso a seguir.